A Convenção do Patrimônio Mundial Cultural e Natural, adotada em 1972 pela Organização das Nações Unidas para a Ciência e a Cultura (UNESCO), tem como objetivo incentivar a preservação de bens culturais e naturais considerados significativos para a humanidade. Trata-se de um esforço internacional de valorização de bens que, por sua importância como referência e identidade das nações, possam ser considerados patrimônio de todos os povos.

Patrimônio Mundial Cultural  
- Brasília Distrito Federal
- Cais do Valongo - Rio de Janeiro Rio de Janeiro
- Centro Histórico de Goiás Goiás
- Centro Histórico de Diamantina Minas Gerais
- Centro Histórico de Ouro Preto Minas Gerais
- Centro Histórico de Olinda Pernambuco
- Centro Histórico de São Luís Maranhão
- Centro Histórico de Salvador Bahia
- Conjunto Moderno da Pampulha - Belo Horizonte Minas Gerais
- Missões Jesuíticas Guaranis - no Brasil, ruínas de São Miguel das Missões Rio Grande do Sul
- Parque Nacional Serra da Capivara Piauí
- Praça São Francisco, em São Cristóvão Sergipe
- Rio de Janeiro, paisagens cariocas entre a montanha e o mar Rio de Janeiro
- Santuário do Bom Jesus de Matozinhos - Congonhas Minas Gerais

Patrimônio Mundial Natural  
- Complexo de Áreas Protegidas do Pantanal Mato Grosso
- Complexo de Conservação da Amazônia Central Amazonas
- Costa do Descobrimento: Reservas da Mata Atlântica Bahia
- Ilhas Atlânticas: Fernando de Noronha e Atol das Rocas Pernambuco
- Parque Nacional do Iguaçu Paraná
- Reservas da Mata Atlântica Paraná
- Reservas do Cerrado: Parques da Chapada dos Veadeiros e das Emas Goiás